Seattle: árvores, frio e tranquilidade

20 10 2012

Fiz uma viagem de férias / intercâmbio pela STB de 15 dias para Seattle, Washington. Se me pedissem para resumir a viagem eu diria que é um lugar lindo, com muitas árvores e belas paisagens, diria que é muito frio, mas de dia quando o sol aparece o clima é bem agradável, diria que é uma cidade tranquila, bom para se descansar, e as pessoas lá são bem educadas.

por do sol seattle sunset

Algo que eu percebi que nós brasileiros deveríamos aprender com o povo americano é sermos mais educados, mais gentis com as outras pessoas e respeitarmos as regras, mesmo que não tenha ninguém nos obrigando a respeitá-las. Em Seattle você vai em um estabelecimento e geralmente é recebido com uma pergunta: “Olá, como está sendo seu dia?”, o motorista do ônibus diz aos passageiros “Bom dia”, ao sair da loja o segurança diz “Tenha um ótimo dia”, no Starbucks a atendente educadamente te pergunta o que você deseja, e se você não sabe o que pedir (o que aconteceu comigo) ela te dá sugestões para escolher algo para comer/beber. Será que eles foram treinados para isso? Eu creio que sim, mas dá para perceber que as pessoas realmente são educadas e respeitosas com o próximo.

No ponto de ônibus, antes que todos saiam ninguém entra, todos ficam em fila esperando até o último passageiro sair, as pessoas respeitam as filas, ninguém fica ouvindo música em alto volume para não incomodar os outros, os motoristas respeitam os pedestres e os ciclistas, eles não ficam buzinando, xingando e gritando igual a um chimpanzé no cio (acabei de inventar essa expressão). Esses são alguns exemplos de boas maneiras que nós brasileiros devemos urgentemente implantarmos em nossa educação. Se eu e você fizermos a nossa parte estaremos contribuindo para que a educação de nosso país melhore. A boa educação não é necessariamente estudar em uma boa faculdade, lógico que isso é importante, mas o principal é respeitarmos o próximo, termos bom senso e termos atitudes agradáveis no nosso dia a dia.

Continuando a falar sobre Seattle, tem vários lugares legais para se conhecer. Vou citar alguns caso esteja pensando em ir para lá:

sam museu de seattle

SAM – Seattle Art Museum

the baptism of Christ

O batismo de Jesus – Giovanni Battista Foggini

mercado público seattle

Public Market

universidade de washington

UW – University Washington

university district

UW – University Washington

república uw

República no University District

first starbucks

O primeiro Starbucks

space needle

Centro da cidade, a torre é a famosa Space Needle

ferris wheel

Roda Gigante

Igrejas

No University District há uma igreja metodista na esquina, tem culto lá aos domingos as 9 e 18:60 h. Eu fui no culto da noite, tinha poucas pessoas, umas 15 somente, mas mesmo assim foi bênção, cantamos alguns louvores, a pregadora falou sobre Jó e o sofrimento humano e depois tomamos a ceia. Ao encerrar o culto fomos convidados a apreciarmos uma refeição (lógico que eu aceitei), fomos para uma sala no prédio ao lado onde serviram uma deliciosa sopa com direito a pães, salada e suco.

United Methodist

Bem em frente a Kaplan (escola de inglês que estudei) tem uma Lutheran Caphel, eu fui lá descaradamente e perguntei se eles tinham algum culto lá, e o Joshua me recepcionou e disse que eles tinham uma reunião todas as terças as 20 h. Na terça depois da aula eu fui lá na “célula” deles, é muito parecido com as nossas reuniões: cantamos alguns louvores, uma moça cantava, tocava bateria e violão ao mesmo tempo (pois é, cada um com seus dons né), o pastor Ton compartilhou uma Palavra com a galera, tomamos a ceia e para encerar oramos.

lutheran chapel

Essa galera tinha combinado de irem para praia no final de semana e me convidaram, adivinha a resposta: claro que eu disse que iria! Lógico que eu não estava preparado para ir para praia, até porque eu nem sabia que em Seattle tinha praias, mas como é muito frio lá geralmente as pessoas vão só para passear mesmo, não entram no mar. Eu encontrei o pessoal na sexta a noite e fomos para lá, deu umas duas horas de viagem de carro. A praia é bem parecida com a daqui, mas muuuuiiiito mais fria, o ar é muito gelado, então para entrar na água só com roupas que protegem o corpo do frio mesmo. Foi bem legal esse passeio, muita comida boa, galera animada e a presença de Deus que faz toda a diferença.

westlake

O Josh nos deu um “teste” para respondermos e tentarmos entender um pouco quais são os dons que Deus nos deu para que possamos usá-los não somente para o benefício próprio, mas sim usarmos nossos dons para sermos luz e ajudarmos outras pessoas, usarmos nossos dons para a edificação do Reino. Os meus três dons, de acordo com o teste são: fé, conhecimento e escrita. Nesse final de semana fomos desafiados a buscarmos entender quem somos nós em Deus, se Ele nos deu alguns dons, como devemos utilizá-los?

fogueira para assar marshmallow

Para encerrar, a viagem foi bênção, em Seattle as pessoas te tratam bem mesmo você não sendo um nativo, a cidade é tranquila, praticamente sem violência e estresse, tem uma galera de cristãos que buscam ajudar o próximo lá, e dizem que Seattle é a cidade da chuva, mas Deus foi tão bom comigo que nessas duas semanas que fique lá o tempo estava bom e não choveu nenhum dia 🙂

“Por isso recomendo que se desfrute a vida, porque debaixo do sol não há nada melhor para o homem do que comer, beber e alegrar-se. Sejam esses os seus companheiros no seu duro trabalho durante todos os dias da vida que Deus lhe der debaixo do sol!”
Eclesiastes 8:15





Os políticos são corruptos?

3 06 2011

   Desde que o email pessoal foi liberado gratuitamente recebemos várias mensagens todos os dias, e muitas dessas tratam da indignação do povo brasileiro com seu governo. O último que recebi continha um texto com o link da matéria dizendo que o carro Honda City era vendido no México por R$ 25 mil, e aqui no Brasil o mesmo carro custa R$ 56 mil.

   Não quero aqui defender o governo, a indústria brasileira ou dizer se isso é certo ou errado, mas a questão principal é que nós como povo brasileiro sempre reclamamos que o nosso governo é corrupto e os políticos são ladrões, por isso o Brasil não é um país de primeiro mundo, mas nos esquecemos de nossas responsabilidades.

corrupcao política victor hugo

   Devemos sim lutar pelos nossos direitos como cidadãos, mas devemos primeiramente exercer a justiça em todos os nossos atos: “Fazer o que é justo e certo é mais aceitável ao Senhor do que oferecer sacrifícios.” Provérbios 21:3

   O governo é um reflexo de sua população, então se os políticos brasileiros são corruptos é porque infelizmente nós o somos também (triste realidade)!

   Quando você vai ao restaurante e chega a conta, seu amigo diz que não cobraram algo você diz: “Não fala nada bobo” ou “Que sorte tivemos, vamos economizar!”, isso é corrupção: “Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito.” Lucas 16:10

   Ao invés de ficarmos reclamando (Êxodo 22:28), porque não fazemos a nossa parte? Enquanto nós não declararmos nosso imposto de renda corretamente, não pararmos de sair dos lugares sem pagar, não devolvermos o um real que a caixa da padaria nos deu a mais por engano, não pagarmos todas nossas contas da maneira correta, não pararmos de tentar utilizar o “jeitinho brasileiro” para resolvermos as coisas da maneira errada, não pararmos de comprar roupas, CDs, DVDs falsificados, não buscarmos “fazer um gato” dos canais de TV por assinatura, não pararmos de “pagar um cafezinho” para tentar não sermos multados ou não pagarmos alguma taxa, fazermos carteirinha de estudante falsificada para pagarmos meia entrada, enquanto os empreendedores não pagarem corretamente todos os impostos, enquanto não mudarmos isso em nossa cultura não adiantará nada reclamarmos dos nossos políticos.

   Sei que não sou o primeiro a falar disso, mas por mais que alguns tenham essa consciência a maioria ainda insiste em dizer que somente os políticos são corruptos. Vivenciamos o ditado popular “o sujo falando do mal lavado”, a Palavra nos diz em Mateus 7:3 “Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho?”.

   A melhor maneira de combater a corrupção definitivamente não é mandar emails de indignação, postar no Twitter frases com #políticoéladrão ou nas rodas de conversas reclamar de tudo e de todos do nosso país, a melhor decisão que podemos tomar é sermos honestos e fiéis no nosso dia-a-dia, assim plantaremos boas sementes para que no futuro o Brasil possa ser uma nação de gente honesta e temente a Deus.